Mais de 360 mil brasileiros já foram vítimas de golpe envolvendo FGTS e WhatsApp

0

Whatsapp: Hackers estão enviando falsas mensagens pelo aplicativo que prometem consultar se usuário tem direito a receber valores.

A busca de milhões de brasileiros por valores contidos em suas contas inativas do FGTS fez com que hackers adotassem uma nova tática para aplicar golpes em trabalhadores desavisados.

A ação consiste em enviar falsas mensagens por WhatsApp (aplicativo de comunicação para smartphones) com um link. A mensagem promete conferir se a pessoa está apta a receber R$ 1.760 do FGTS, mas, ao clicar no link e seguir o procedimento requisitado, o celular em questão é infectado com vírus.

Segundo a PSafe (companhia especializada em segurança e performance mobile) mais de 360 mil pessoas já foram afetadas

O gerente de segurança da PSafe, Emilio Simoni, deu dicas para evitar ser vítima de golpe:

alerta brasileiros-vitimas-de-golpe-saque-fgts-mensagem-falsa-whatsappO usuário deve estar atento a qualquer tipo de promoção exagerada que chegam por mensagens, checando sempre se a promoção é real ao entrar em contato diretamente com a empresa ou órgão do governo. Além disso, é imprescindível que tenha instalado um software de segurança com a função ‘antiphishing’, como o PSafe DFNDR, pois esse sistema é capaz de analisar todas as ameaças existentes no mundo virtual”.

O golpe

mensagem falsa brasileiros-vitimas-de-golpe-saque-fgts-mensagem-falsa-whatsapp

A mensagem enviada através do aplicativo diz que as pessoas que trabalharam com carteira assinada entre 1998 e 2016 podem receber da Caixa Econômica Federal até dois salários mínimos. Porém, para verificar essa possibilidade, a mensagem afirma ser necessário acessar um link e responder três questões.

As três perguntas são: “Você trabalhou no período entre 1998 a 2016?”, “Você está registrado atualmente?” e “É maior de 18 anos?.

Depois de responder, independente das respostas conferidas, a pessoa é direcionada para uma nova página, onde é incentivado a compartilhar o link com 10 amigos no WhatsApp como condição para poder consultar a lista. Essa estratégia é adotada justamente para que o maior número possível de pessoas recebam o mesmo link infectado.

celular infectado brasileiros-vitimas-de-golpe-saque-fgts-mensagem-falsa-whatsapp

Após essa etapa, o golpe é concluído de duas maneiras: ou é solicitado que o usuário se cadastre em um serviço de SMS pago de conteúdo adulto, que faz cobranças indevidas, ou é solicitado que ele faça o download de aplicativos falsos que infectam o celular e o deixam vulnerável para outros tipos de crimes ou prejuízo financeiro

Para dar ao usuário uma sensação maior de segurança e incentiva-lo a seguir todas essas etapas, os criminosos ainda incluíram falsos comentários elogiando a ação. São mensagens do tipo “Eu nem sabia, vi aqui que tenho direito”, “Acabei de receber” ou “Nossa, que triste, minhas amigas têm direito e eu não”. Tudo isso para dar uma imagem mais genuína.

Compartilhar

Sobre o autor

Guilherme Uchoa

Integrante do Núcleo de Comunicação do Grupo Skill. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e pós-graduado em: Apuração e Produção de Reportagem; Criação e Edição do Texto Jornalístico para Diferentes Mídias; Jornalismo Cultural; Teoria da Comunicação; Comunicação, Redes Sociais e Cibercultura; e Comunicação, Globalização e Cultura da Imagem.

Os comentários estão fechado.