Contas inativas do FGTS: Quase 40% dos trabalhadores usaram benefício para pagar dívidas

0

Estudo ainda constatou que 11% dos entrevistados não sabem se têm direito ao benefício ou mesmo sabem que existe essa possibilidade.

FGTS, Conats Inativas, Dinheiro, Pagamentos, Dívidas, Trabahadores, Calendário de Saque

Um levantamento realizado pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) constatou que 38% dos trabalhadores que já sacaram valores de suas contas inativas do FGTS usaram o dinheiro para pagar dívidas.

Ainda segundo o estudo, outros 29% utilizaram o benefício para pagar despesas do dia a dia, enquanto que 19% preferiu poupar o dinheiro.

Além disso, foi descoberto que 14% dos entrevistados usaram o recurso para antecipar o pagamento de contas não atrasadas, como crediário e prestações da casa ou do carro, e que uma parcela de 13% dos participantes fez compras extras com o dinheiro recebido.

O 4º lote de saques – para trabalhadores nascidos entre setembro e novembro – está disponível desde o último sábado (10). Ao final do programa, segundo estimativas do governo, devem ser retirados R$ 34,5 bilhões.

Desconhecimento

Apesar de ser amplamente divulgado pelos veículos de comunicação, o saque das contas inativas do FGTS ainda é um assunto desconhecido por 11% dos entrevistados, que alegaram não saber se têm ou não direito ao saque ou nem ao menos sabem dessa possibilidade.

Principal destino: consumo

Outra pesquisa, essa realizada pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), já havia concluído que mais da metade dos valores liberados para o 1º grupo de beneficiados (pessoas nascidas entre janeiro e fevereiro) foi destinado para quatro segmentos do consumo: vestuário e calçados, materiais de construção, móveis e eletrodomésticos, farmácia e perfumaria.

Naquela oportunidade, em março, R$ 5,5 bilhões foram disponibilizados para saque em contas inativas do FGTS.

FGTS, Conats Inativas, Dinheiro, Pagamentos, Dívidas, Trabahadores, Calendário de Saque

Quem, como e quando?

Têm direito ao saque de contas inativas do FGTS aqueles que trabalharam até 31 de dezembro de 2015 e não puderam sacar o FGTS ao sair do emprego (por ter pedido demissão ou por ter sido demitido por justa causa). Antes, o direito de sacar o FGTS de uma conta inativa só era conferido para quem estivesse desempregado por ao menos três anos.

Contas que estavam ativas em 31 de dezembro de 2015 e contas ativas atualmente não terão o saque do FGTS permitidos.

Os saques poderão ser feitos em qualquer agência ou caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal, além de lotéricas:

  • No caso dos saques em caixa eletrônico ou em lotéricas, é necessário ter o Cartão Cidadão e o valor a ser sacado não pode ser maior do que R$ 3 mil.
  • Caso contrário, a retirada do dinheiro deverá ser feita em uma agência do banco. Para isso, será necessário levar documentos pessoais, CTPS e o número do PIS.
  • Não há limite para saque em agências e o trabalhador poderá retirar o dinheiro de todas as contas inativas que tiver.

Segundo o calendário divulgado pelo governo, o saque estará disponível para os trabalhadores de acordo com o mês em que nasceram, veja:

 

FGTS, Conats Inativas, Dinheiro, Pagamentos, Dívidas, Trabahadores, Calendário de Saque

Compartilhar

Sobre o autor

Guilherme Uchoa

Integrante do Núcleo de Comunicação do Grupo Skill. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e pós-graduado em: Apuração e Produção de Reportagem; Criação e Edição do Texto Jornalístico para Diferentes Mídias; Jornalismo Cultural; Teoria da Comunicação; Comunicação, Redes Sociais e Cibercultura; e Comunicação, Globalização e Cultura da Imagem.

Os comentários estão fechado.