Erros que podem acabar com a carreira segundo Roberto Shinyashiki

0

“Com esse mundo cada vez mais tecnológico, só trabalhar duro não define o sucesso na carreira. O que antigamente precisava de muito esforço, hoje é mais prático e rápido”, diz Roberto Shinyashiki.

De acordo com o autor de livros, médico psiquiatra e terapeuta – e também um dos palestrantes mais solicitados do Brasil – nem sempre trabalhar muito é o segredo do sucesso. Existem diversas pessoas que colocam o trabalho em primeiro lugar e mesmo assim não conseguem obter destaque.

O profissional acredita que 70% dos profissionais fiquem “patinando” sem sair do lugar na carreira, 20% fiquem bem na profissão e apenas 10% acabam tendo muito sucesso.

“O que é mais importante são as competências que a pessoa precisa ter para ser um bom profissional e isso não se ensina na faculdade. A faculdade oferece conhecimento, não a atitude”, diz Shinyashiki.

Para atingir seus objetivos profissionais em qualquer área de trabalho, veja abaixo alguns erros que podem ser prejudiciais, de acordo com Shinyashiki:

Falta de intensidade

Foco e muita dedicação sempre. Não basta se dedicar apenas na hora do seu trabalho ou estudo. “Se você quiser atingir uma meta especial, terá de estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas”, diz Shinyashiki.

Tire um tempo fora do trabalho para fazer o que os outros não fazem. Tire um tempo para se aperfeiçoar. “Durante o dia você faz o que todos fazem. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados”, diz.

Não entender a dinâmica do negócio

Não basta trabalhar, você deve entender qual o objetivo do seu trabalho.

“Para se valorizar na empresa você tem que ajudar o chefe e seus colegas a realizarem as metas. Quando você faz isso, começa a entender porque o projeto existe, começa a integrar os departamentos e aí se valoriza”, diz Shinyashiki.

Além disso, Shinyashiki ainda seleciona três tipos de profissional: os operacionais, aqueles que tocam projetos inteiros e os estratégicos, que têm visão do negócio. “Esse último é o tipo de profissional que vai cada vez mais ser valorizado. Infelizmente, tem gente que só faz um tipo de trabalho”, diz.

Com isso podemos entender que não basta trabalhar num projeto. É necessário ir muito mais além, entendê-lo, e saber qual o seu objetivo naquilo. Se interesse mais, tente aprender com o seu trabalho e busque sempre novas informações. Saiba o por quê de estar fazendo tal coisa, e busque sempre melhorá-la.

Não estudar

Antes, durante e sempre ESTUDE. Busque reunir o máximo de informação sobre a área em que atua ou deseja atuar. Falta de conhecimento não é mais desculpa nos dias de hoje, e obter atualização é fundamental em qualquer área.

“Pesquise, assista a palestras, vídeos, leia livros, converse com palestrantes e professores ligados à sua área de atuação”, indica Shinyashiki.

Fonte: Prime Cursos

 

O Grupo Skill quer saber…

urna_skill[poll id=”4″]

Compartilhar

Sobre o autor

Fonte

Esta é uma réplica publicada na fonte acima. As opiniões veiculadas no texto não refletem necessariamente a opinião do Grupo Skill.

Os comentários estão fechado.