Comércio eletrônico registra aumento de 10% nas vendas na Black Friday de 2017

0

Apesar disso, valor médio gasto pelo consumidor caiu na comparação com 2016.

Passado um dos momentos mais importantes do ano para o comércio eletrônico, a Black Friday, começam a aparecer pesquisas a cerca dos resultados obtidos.

comércio eletrônico, e-commerce, vendas online, black friday 2017, consumo

Em uma delas, realizada pela Ebit, empresa especializada no setor, a conclusão foi de que a Black Friday deste ano registrou um aumento de 10,3% nas vendas do comércio eletrônico em relação ao mesmo período de 2016. Com isso, o faturamento obtido entre os dias 23 e 24 de novembro atingiu a marca de R$ 2,1 bilhões.

Além disso, o estudo apontou que o número de pedidos cresceu este ano: de 3,3 milhões para 3,76 milhões. Isso representa um crescimento de 14%.

Por outro lado, o tíquete médio caiu 3,1%: de R$ 580 para R$ 562. A justificava apresentada pela empresa para essa redução são ações promocionais mais agressivas nas categorias de maior valor agregado.

Compras pelo celular

O levantamento da Ebit ainda verificou que os celulares foram mais usados no momento de realizar compras virtuais.  Em 2017, 26,5% de todo o volume financeiro proveniente da Black Friday veio de compras feitas por esses aparelhos. O aumento nesse caso foi de 41,5% em relação a 2016.

Por fim, a empresa especializada no comércio eletrônico afirmou que os eletrodomésticos e itens de moda e acessórios foram as categorias que receberam o maior número de pedidos. Eles representaram, respectivamente, 16% e 12% de todos os pedidos feitos nos dois dias estudados.

Compartilhar

Sobre o autor

Guilherme Uchoa

Integrante do Núcleo de Comunicação do Grupo Skill. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e pós-graduado em: Apuração e Produção de Reportagem; Criação e Edição do Texto Jornalístico para Diferentes Mídias; Jornalismo Cultural; Teoria da Comunicação; Comunicação, Redes Sociais e Cibercultura; e Comunicação, Globalização e Cultura da Imagem.

Deixe um comentário