Mulheres cobram mais de chefes do sexo feminino, diz pesquisa

0

Profissionais do sexo feminino esperam mais de líderes mulheres do que de líderes homens.

A baixa presença das mulheres em cargos de presidência, vice-presidência ou conselho de empresas é uma triste realidade revelada em números pela pesquisa Panorama Mulher, do Insper.

chefes, chefes mulheres, líderes femininas, cargos de liderança femininos, chefes do sexo feminino, mulheres no mercado de trabalho

Agora, uma nova pesquisa, dessa vez internacional, verificou que as mulheres que ocupam cargos de chefia sofrem um fenômeno curioso: elas são mais cobradas por subordinadas do sexo feminino.

O estudo descobriu que subordinadas esperam mais empenho das líderes do que dos líderes.

Ou seja, a expectativa em relação a chefes mulheres é maior do que em relação a chefes homens.

O estudo foi realizado pela Universidade de Massey, da Nova Zelândia. De acordo com a sua conclusão, as mulheres esperam um maior grau de compreensão emocional sobre a complexidade de suas vidas e apoio de suas líderes, exigindo maior flexibilidade para acomodar essa situação.

Ainda segundo a universidade, esse cenário pode gerar conflitos indesejados, especialmente caso as líderes não atendam as altas expectativas de suas subordinadas, e essas experiências negativas podem até mesmo prejudicar a carreira dessas profissionais.

Para se ter noção, de acordo com o estudo, a maioria das mulheres que passa por essa situação acaba mudando para empregos piores ou vendo seu progresso profissional interrompido.

Compartilhar

Sobre o autor

Guilherme Uchoa

Integrante do Núcleo de Comunicação do Grupo Skill. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e pós-graduado em: Apuração e Produção de Reportagem; Criação e Edição do Texto Jornalístico para Diferentes Mídias; Jornalismo Cultural; Teoria da Comunicação; Comunicação, Redes Sociais e Cibercultura; e Comunicação, Globalização e Cultura da Imagem.

Deixe um comentário