Poupança registra perda de R$ 2 bilhões no balanço de outubro

0

Depois de cinco meses consecutivos de saldos positivos, Banco Central divulga valor maior de saques do que de depósitos no mês passado.

O Banco Central divulgou o balanço da caderneta de poupança relativo ao mês de outubro.

poupança, dinheiro, economia, Banco Central, caderneta de poupança, depósito, saque, balanço de outubro

De acordo com os dados, depois de cinco meses seguidos de aumento nos valores depositados, o mês passado registrou uma perda de R$ 2 bilhões. Isso significa que o brasileiro retirou R$ 2 bilhões a mais do que depositou ao longo de outubro. 

Apesar disso, o resultado do último mês foi melhor do que o verificado nos meses de outubro de 2015 e 2016, quando houve a saída líquida de de R$ 3,26 bilhões e de R$ 2,71 bilhões, respectivamente.

O saldo foi de R$ 173,14 bilhões em depósitos e R$ 175,14 bilhões em saques. Além disso, o Banco Central disse que os rendimentos gerados nas poupanças somaram R$ 3,21 bilhões.

Justamente por conta desse rendimento é que o estoque da poupança, ou seja, o volume total aplicado, registrou aumento – apesar da quantidade superior de retiradas.

Parcial do ano

Até o momento, no acumulado de janeiro a outubro deste ano, a poupança teve uma saída líquida de R$ 6,16 bilhões da poupança, ainda de acordo com o BC. Esse saldo, entretanto, é o melhor registrado para o período nos últimos três anos. Ele só fica atrás do saldo verificado nos dez primeiros meses de 2014, quando houve o ingresso de R$ 16,07 bilhões na poupança.

Pelo saldo parcial é quase certo que, ao menos, o balanço ao final de 2017 não será pior do que o do ano passado, quando foram retirados R$ 40,7 bilhões da poupança.

O resultado de 2016, inclusive, foi o segundo pior já registrado desde o começo da série histórica, em 1995. O pior de todos foi justamente o ano anterior, 2015, quando foram retirados R$ 53,5 bilhões.

Compartilhar

Sobre o autor

Guilherme Uchoa

Integrante do Núcleo de Comunicação do Grupo Skill. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e pós-graduado em: Apuração e Produção de Reportagem; Criação e Edição do Texto Jornalístico para Diferentes Mídias; Jornalismo Cultural; Teoria da Comunicação; Comunicação, Redes Sociais e Cibercultura; e Comunicação, Globalização e Cultura da Imagem.

Deixe um comentário