Falta quanto tempo para me aposentar? Nova ferramenta do INSS responde

0

Sistema faz uma busca automática de todas as informações vinculadas ao trabalhador.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) colocou no ar uma nova ferramenta que informa quanto tempo falta para que o trabalhador possa pedir aposentadoria. Esse recém-lançado serviço aponta se a pessoa já possui a idade ou tempo de contribuição necessário para requisitar o benefício.

O site do INSS já possuía uma calculadora onde era possível verificar o tempo necessário até a aposentadoria. Entretanto, era preciso inserir manualmente todos os registros sobre os vínculos trabalhistas.

Agora, com a nova ferramenta, é realizada uma busca automática de todas as informações e dados de vínculos do trabalhador registrados nos sistemas do INSS.

Para acessar essa simulação, o trabalhador deve acessar o Meu INSS. Trata-se de uma ferramenta criada pelo instituto para reduzir a burocracia dos processos. Nele, é possível acessar e acompanhar todas as informações da história de trabalho da pessoa. Além disso, ele disponibiliza dados sobre contribuições previdenciárias, empregadores e períodos trabalhados.

O Meu INSS deve ser utilizado para acompanhar todo o processo de solicitação de aposentadoria pela internet. O trabalhador pode usar esse sistema para se comunicar com o INSS e receber notificações pelo site ou pelo celular.

Primeiro indício

Apesar disso, segundo explica o INSS, o resultado obtido através da ferramenta não deve ser considerada como conclusivo.

A simulação funciona apenas como um primeiro “indício” do direito, pois ao visualizar a suposta possibilidade de aposentadoria, o trabalhador entrará em contato com o INSS para saber se, de fato pode receber o benefício”, explica o texto publicado no site do instituto.

“Também é importante esclarecer que, se no resultado da simulação for informado que há ‘Vínculo com Pendência’, o segurado não precisa ir imediatamente a uma agência corrigir, uma vez que o vínculo já consta no cadastro do INSS e a análise da pendência já será tratada quando o segurado fizer o pedido de um benefício”, completa.

Compartilhar

Sobre o autor

Guilherme Uchoa

Integrante do Núcleo de Comunicação do Grupo Skill. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e pós-graduado em: Apuração e Produção de Reportagem; Criação e Edição do Texto Jornalístico para Diferentes Mídias; Jornalismo Cultural; Teoria da Comunicação; Comunicação, Redes Sociais e Cibercultura; e Comunicação, Globalização e Cultura da Imagem.

Os comentários estão fechado.