Saiba como aumentar a produtividade da equipe com treinamento

0

Os colaboradores, junto aos clientes, são os ativos mais importantes de uma empresa.

Para mantê-los satisfeitos, felizes e produzindo o esperado para atingir as metas e objetivos de negócio, é fundamental investir em treinamento contínuo.

produtividade, capacitação de funcionários, gestão empresarial, equipe motivada, treinamento de equipes


A capacitação dos seus funcionários é um dos principais pontos para entender como aumentar a produtividade interna.

O treinamento é mais do que um processo de aprimoramento de qualidades pessoais e processos administrativos e operacionais. Ele está diretamente ligado à confiança que a empresa deposita nos seus colaboradores.

Em muitas organizações é comum ver gestores preferindo a demissão e contratando outros funcionários, que além de ser caro, pode prejudicar o ambiente interno e a produtividade dos colaboradores remanescentes.

Sabendo da importância do treinamento, nas próximas linhas, você aprenderá como ele pode ser usado para melhorar o desempenho da sua equipe.

Falaremos sobre a sua relevância, os métodos de aplicação e a importância de capacitar seus colaboradores para usar softwares de gestão em sua empresa. Continue a leitura!

Planeje o seu treinamento

O primeiro passo para uma capacitação eficiente é planejar todos os detalhes de como ela será feita. É preciso entender, primeiramente, os motivos para isso, ou seja, os problemas que serão resolvidos. Se for o caso de baixa produtividade, o que está levando a esse desempenho ruim?

Para identificar as raízes dos problemas que comprometem a produtividade em sua empresa, existem duas formas de análise: métricas e conversa com os colaboradores.

A primeira forma oferece uma visão mais fria, baseada nos números que cada funcionário ou equipe entregam. A segunda é mais direta, próxima e humanizada, procurando ouvir das próprias pessoas os seus pontos fracos e o que pode ser melhorado com o treinamento.

Esse diagnóstico é relevante para compreender, de modo geral, qual será o foco do treinamento.

É importante também traçar objetivos e metas desse processo de capacitação, principalmente, baseados em indicadores como nível de presença nas aulas/encontros, desempenho nos testes, satisfação e desempenho pós-treinamento.

Outros detalhes também são estabelecidos no planejamento, como a quantidade de colaboradores selecionados, o cronograma para o programa de capacitação, o orçamento e, o mais importante, o método de aprendizagem. A propósito é sobre as técnicas de ensino que destacaremos no próximo tópico. Confira!


Defina um método

No momento de escolher um método para aplicar o seu treinamento, é preciso ter em mente uma prerrogativa: nem todas as pessoas aprendem do mesmo modo.

Isso significa que você não precisa investir em uma mesma experiência para os colaboradores em um projeto.

Obviamente, se houver uma aceitação mais ampla na direção de uma metodologia, é possível centralizar o treinamento em um único caminho.

Caso não seja possível, as alternativas seriam utilizar diferentes técnicas no mesmo treinamento ou dividir o programa de acordo com as características dos funcionários.

Além do mais, deve-se levar em consideração a rotina de trabalho da sua equipe, pois há colaboradores que passam mais tempo em constantes deslocamentos do que dentro da empresa, por exemplo.

 

produtividade, capacitação de funcionários, gestão empresarial, equipe motivada, treinamento de equipes

Cada um desses pontos influencia na escolha dos métodos. Entre os principais estão:
E-Learning

Nessa modalidade o treinamento é feito pela internet. São como cursos ou graduações que utilizam plataformas on-line de aprendizagem. O conteúdo pode ser transmitido ao vivo ou distribuído em textos, fotos, infográficos, vídeos, jogos e outros formatos.

É fundamental ressaltar algumas vantagens desse sistema, como a economia de tempo e a mobilidade do ensino.

A primeira tem relação com a possibilidade de compactar o tempo de um treinamento presencial, já que na internet o conteúdo é entregue pronto e sem interrupções casuais que poderiam acontecer pessoalmente.  O segundo benefício é importante para os funcionários que não são fixos na sede da empresa ou os que preferem aprender em casa mesmo (com perfis mais individualistas).

Para aplicar o E-Learning em sua empresa, procure variar nos formatos de conteúdos (privilegie os vídeos) de modo a dinamizar o ensino e não torná-lo cansativo para os colaboradores.

Outro ponto importante é abrir um canal de comunicação on-line (chat ou grupos em redes sociais), para que os funcionários possam conversar entre si sobre o curso. Não se esqueça de manter outro meio para que eles possam consultar os tutores ou os responsáveis pelo conteúdo.

Encontros presenciais

Nos encontros presenciais todo o treinamento é feito na própria empresa. O horário utilizado pode ser durante o expediente normal dos colaboradores ou em um turno extra dedicado somente à capacitação. As aulas podem ser ministradas pelos gestores ou por consultores contratados.

A principal vantagem desse método é a interação mais direta, como se fosse uma reunião. Para as pessoas com mais dificuldades em aprender sozinho pela internet, os encontros presenciais podem ser mais interessantes.

Materiais de apoio

Essa metodologia é a que deixa os colaboradores em uma situação mais independente. Não há aulas sendo dadas presencialmente ou virtualmente. Somente materiais, como livros, guias e softwares são disponibilizados para os participantes do treinamento.

Essa modalidade pode ser mais eficiente quando o assunto a ser abordado não for tão complexo. Além do mais, dependendo da carga de materiais, é mais econômico que as duas opções de treinamento citadas anteriormente.

Viagens e eventos

Esse é certamente o método mais atrativo para os funcionários. As viagens para eventos externos, como congressos, feiras e workshops, podem ser usadas como parte ou o todo de uma capacitação. O objetivo é inserir os colaboradores em uma experiência fora do seu ambiente de trabalho.

Ao passo que uma viagem pode ser motivadora para os seus funcionários e ser de curta duração, ela geralmente envolve custos mais altos que outras modalidades e, dependendo do tamanho da equipe, não é possível levar todo o pessoal para o evento.

Treine sua equipe para a utilização de softwares de gestão

Quando a sua empresa está na fase de implementação de um ERP, é fundamental capacitar os funcionários para explorar todas as potencialidades desse sistema. Parte dos seus colaboradores pode ter nenhuma ou pouca experiência com o uso desses recursos, o que torna mais complexo o treinamento. A propósito, quanto maior a dificuldade detectada, mais cedo deverá ser iniciada a capacitação, visando antecipar e facilitar o aprendizado.

Nesse processo, é importante convencer o colaborador de que o ERP é uma solução que vai melhorar, na prática, a sua produtividade dentro da empresa.

Pode acontecer de a sua equipe oferecer uma certa resistência, já que o sistema traz consigo a necessidade de dar uma repaginada em processos defasados, porém, já incorporados às rotinas de trabalho dos funcionários. Logo, é um ensino não só no sentido de atualização das habilidades e tarefas, mas de mudança de cultura organizacional.

Um treinamento constante para a sua equipe não é um gasto, mas sim um investimento com foco tanto no desenvolvimento pessoal dos funcionários quanto no ganho de performance da empresa.

Os colaboradores, quando mais capacitados, preparados e motivados para trabalhar, refletem sua disposição na execução de processos e no atendimento ao público. Indiretamente, o consumidor também é beneficiado e, por conseguinte, isso resulta em melhora na imagem da marca e aumento nas vendas.

 

Fonte: Uppertools

Compartilhar

Sobre o autor

Fonte

Esta é uma réplica publicada na fonte acima. As opiniões veiculadas no texto não refletem necessariamente a opinião do Grupo Skill.

Deixe um comentário