Faturamento de franquias brasileiras cresce quase 8% no terceiro trimestre

0

O faturamento registrado entre os meses de julho e setembro de 2017 foi de R$ 41,850 bilhões.

Segundo dados apresentados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), as franquias no Brasil registraram um crescimento de 11,4% em suas receitas na comparação entre o terceiro e o segundo trimestre de 2017.

faturamento, franquias, franchising, economia, Brasil, MPE, emprego

Já na comparação com o terceiro trimestre de 2016, o período entre julho e setembro deste ano registrou um aumento de 7,8%. Em valores, o faturamento subiu de R$ 38,83 bilhões para R$ 41,85 bilhões.

De acordo com a associação, alguns fatores ajudam a explicar esse crescimento de faturamento das franquias. São eles a variação positiva do PIB, a queda da inflação e o aumento nos índices de confiança do consumidor e das empresas.

Também favoreceram o setor a taxa de juros em queda e a redução no desemprego”, enumera Vanessa Bretas, gerente de inteligência de mercado da ABF.

Além disso, a ABF ainda projetou que, ao final do ano, as franquias brasileiras registrem um aumento de 8% no faturamento. Espera-se também uma queda de 6% no número de redes franqueadoras e 2% de expansão nas unidades franqueadas. Por outro lado, o total de empregos gerados pelo franshising deve crescer entre 0,5% e 1,5%.

 

Por segmento 

O balanço divulgado também mostrou o faturamento das franquias de acordo com o segmento. Nesse quesito, o segmento de Entretenimento e Lazer foi o que teve a maior variação de crescimento, com aumento de 13,1% na comparação entre o terceiro trimestre de 2016 e 2017.

Em seguida, figura o segmento de Comunicação, Informática e Eletrônicos (12,7%) e, então, dos ramos de Serviços e Outros Negócios e Serviços Educacionais (ambos com 9,7%).

Por fim, no que diz respeito à criação de empregos, o número de postos de trabalho gerados pelas franquias aumentou 0,4%, chegando a 1.205.714 vagas.

Compartilhar

Sobre o autor

Guilherme Uchoa

Integrante do Núcleo de Comunicação do Grupo Skill. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e pós-graduado em: Apuração e Produção de Reportagem; Criação e Edição do Texto Jornalístico para Diferentes Mídias; Jornalismo Cultural; Teoria da Comunicação; Comunicação, Redes Sociais e Cibercultura; e Comunicação, Globalização e Cultura da Imagem.

Deixe um comentário