Quais documentos são necessários para declarar o Imposto de Renda?

0

Com o início do prazo para entrega da Declaração de Imposto de Renda, é preciso estar atento aos documentos que serão utilizados.

O prazo para envio do Imposto de Renda 2018 começou hoje e, como em todos os anos, diversas dúvidas circulam pela cabeça dos contribuintes. Uma das principais certamente é sobre quais documentos são necessários para elaborar a declaração do IR.

Portanto, confira abaixo a relação de documentos e fique atento para não esquecer nenhum deles:Documentos necessários

– Cópia da declaração do Imposto de Renda de 2017. Pode ser impressa, arquivada na memória do computador, gravada em CD ou até em pendrive;

– Informes de rendimentos bancários;

– Informes de pagamento de contribuições a entidades de previdência privada;

– Informes de rendimentos das fontes pagadoras, para o caso dos assalariados autônomos;

– Informe de rendimentos do INSS, para aqueles que recebem benefícios previdenciários;

– Recibos de despesas escolares do próprio contribuinte ou de seus dependentes (nesse caso, é preciso o nome e CNPJ dos estabelecimentos);

– Recibos de aluguéis pagos ou recebidos;

– Nome e CPF dos beneficiários de despesas com saúde;

– Nome e CPF de beneficiários de doações e/ou heranças e respectivo valor;

– Nome e CNPJ de pagamentos a pessoas jurídicas como hospitais, planos de saúde, clínicas de exames laboratoriais, entre outros;

– Nome e CPF dos dependentes maiores de 8 anos;

– Nome e CPF de ex-cônjuges e de filhos para provar pagamento de pensão alimentícia;

– Dados do empregado doméstico com os recolhimentos das contribuições ao INSS;

– Escrituras ou compromissos de compra e/ou venda de imóveis, terrenos, adquiridos ou vendidos em 2017;

– Documento de compra e/ou venda de veículos. Também é preciso informar marca, modelo, placa e nome e CPF/CNPJ do comprador ou do vendedor;

– Documento de compra de veículos ou de bens por consórcios em 2017;

– Documentos sobre rescisões trabalhistas, com valores de salários, FGTS, entre outros; e
– Título de Eleitor (para quem for declarar pela primeira vez).

Idade do dependente

Para a declaração de 2018, o contribuinte que possui dependente precisa estar atento com uma alteração. Agora, a idade obrigatória para o dependente reduziu de 12 para oito anos.

Sendo assim, quem for incluir dependente acima dessa idade, será exigido registro de CPF.

Além disso, pelas novas regras, cada filho deve ser considerado como depende de apenas um dos pais, no caso de guarda compartilhada.

Compartilhar

Sobre o autor

Guilherme Uchoa

Integrante do Núcleo de Comunicação do Grupo Skill. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, e pós-graduado em: Apuração e Produção de Reportagem; Criação e Edição do Texto Jornalístico para Diferentes Mídias; Jornalismo Cultural; Teoria da Comunicação; Comunicação, Redes Sociais e Cibercultura; e Comunicação, Globalização e Cultura da Imagem.

Os comentários estão fechado.