Taxa Selic sobe, mas não altera rendimentos da poupança. Saiba mais

0

selcO Copom divulgou, na última semana, o novo valor da taxa Selic, que aumentou para 11,75% ao ano. Com esse novo valor, os rendimentos da poupança caem em relação às aplicações de renda fixa, títulos públicos via Tesouro Direto, CDBs pós-fixados e fundo DI.

Mas ainda com o aumento da Selic, a poupança continua vantajosa porque mesmo que esses investimentos rendam mais, conforme a taxa aumente, a poupança não a acompanha quando passa dos 8,5% ao ano. Ou seja, a poupança rende 70% da taxa Selic mais a Taxa Referencial (TR) quando a Selic é menor ou igual a 8,5% ao ano, mas quando a taxa passa dos 8,5%, paga-se sempre 0,5% ao mês mais a TR, a mesma remuneração da regra antiga.

Para os investimentos de renda fixa serem mais rentáveis que a poupança em qualquer prazo, os CDBs devem pagar pelo menos 77% do Certificado de Depósito Interfinanceiro (CDI). Se os bancos oferecerem remunerações menores do que essa, compensa mais investir na caderneta.

Já a ascensão da taxa básica de juros ficou dentro das expectativas dos analistas de mercado, que esperavam uma elevação de 0,5% da Selic.

Veja mais e saiba como calcular as novas rentabilidades em: Selic sobe a 11,75%; veja como ficam poupança e renda fixa

Compartilhar

Sobre o autor

Equipe Skill

Desde 1979 a nossa missão é oferecer aos nossos clientes o mais alto nível de excelência na prestação de serviços, apresentando resultados, soluções e planejamento com profissionalismo, qualidade, precisão e ética. Nossos escritórios oferecem o suporte necessário para que a equipe de profissionais SKILL atue em todas as regiões do Brasil, o que torna nossa organização capaz de atender às necessidades específicas de cada cliente, oferecendo os serviços consultoria, contabilidade e tecnologia da informação.

Os comentários estão fechado.